O protesto pela paz mundial

Museu de Imagens

Após a crise dos mísseis em 1962, um manifestante resolveu protestar pela paz mundial em Londres, Essa foi uma das cenas mais comuns daqueles anos.

03/07/2014
Manifestante solitário em um protesto a favor da paz mundial, 1962. Foto: Don McCullin. Londres, 1962.

O manifestante, de nome desconhecido, estava protestando a favor da paz mundial, diante de um pelotão de policiais em Londres, em decorrência do episódio que ficou conhecido como “A crise dos mísseis de Cuba”, ocorrida em outubro de 1962. Foto de Don McCullin. Londres, 1962.

Era 1962 quando uma das maiores crises e momentos mais tensos da Guerra Fria se instalou. O manifestante, de nome desconhecido, da foto estava protestando a favor da paz mundial, diante de um pelotão de policiais em Londres, em decorrência do episódio que ficou conhecido como “A crise dos mísseis de Cuba”, ocorrida naquele mesmo ano em outubro.

Em um dos maiores momentos de tensão durante a Guerra Fria, a crise dos mísseis iniciou quando a União Soviética instalou mísseis em Cuba após terem sido instalados mísseis na Grã-Bretanha, Turquia e Itália, em 1961, e os Estados Unidos terem invadido a ilha cubana.

Foram 13 dias de tensão devido o medo presente de uma guerra nuclear entre as duas potências. Finalmente em 28 de outubro, a URSS aceitou remover os mísseis de Cuba depois da retirada daqueles instalados na Turquia.

Avalie
[0]
[ssba-buttons]
[yarpp]